Satoshi Nakamoto vira herói em HQ criada por artistas da DC e Marvel


1 min de leitura
23 Apr
23Apr

Um suposto viajante do tempo compartilhou recentemente um futuro distópico provocado pela proliferação do Bitcoin em 2025. 

Nesse futuro, Satoshi Nakamoto é o herói.

“As coisas estão parecendo sombrias aqui, e alguns de vocês carregarão sangue nas mãos”, o viajante do tempo advertiu os leitores, contando-lhes sobre um mundo de vasta desigualdade e declínio econômico.

Nesse futuro sombrio, os primeiros adeptos do Bitcoin vivem em cidades fortificadas. 

Afinal, não há mais governos devido à dificuldade deles em cumprir os anseios do povo.

O cenário hipotético é retratado na história em quadrinhos criada pela ENCODE Graphics, editora comprometida em alinhar criptomoedas e o metaverso.

“Super Satoshi”


Na história, Satoshi1 está inserido em uma versão de um futuro distópico distante de nossa Terra após o “Big Reset”.


Nesse contexto, as grandes corporações detêm o poder.

O objetivo da série em andamento é constituir “uma epopeia da Cryptoart” ambientada em um futuro ficcional e polarizador, repleto de símbolos e figuras relacionadas à cultura em torno da criptomoeda.

A série recebeu o nome de “2084″ e deverá permanecer em fase de produção até o verão de 2021. 

A distribuição dos quadrinhos ainda não foi anunciada.

Entretanto, em 17 de abril, um NFT chamado GENESIS relacionado à história foi lançado na plataforma Nifty Gateway.

Ao todo, a coleção é composta de quatro trabalhos e as vendas levantaram quase US$ 97 mil para o projeto.

A plataforma Nifty Gateway é propriedade dos gêmeos Winklevoss e foi previamente escolhida por Michael Winkelmann, mais conhecido como Beeple.

De acordo com os produtos, a plataforma foi escolhida por permitir pagamentos com cartão de crédito e transferência bancária. 

Ou seja, as vendas são estão estritamente relacionadas à criptomoedas.

Além disso, os produtores revelaram a criação de um conjunto exclusivo de 21 tokens fundadores.

“Os tokens serão como um contrato de 3 anos. Os titulares receberão itens digitais e itens analógicos: todas as edições e variantes, incluindo uma variante especial do fundador, direitos parciais do filme em potencial, NFTs do fundador limitados, um ‘anuário’ impresso físico, impressões, arte original, etc”, declaram os artistas.