Criptomoedas e P2P o que existe em comum e qual à relação desses nomes com o Brasil?


2 min de leitura
15 Jan
15Jan

O Brasil é um dos países em que este tipo de negociação mais cresce


Diante do grande risco de fraudes, cresce o número de plataformas e que visam facilitar e dar segurança para quem negocia criptomoedas em P2P.

Não só dentro do mercado de criptomoedas mas também em outras modalidades de investimentos como o mercado de Ouro, Ações, pedras preciosas, existem pessoas inidôneas (Estelionatários) que com a arte de enganar, iludem e deixam marcas profundas e prejuízos para quem confiou um dia ter confiado seus investimentos nas mãos dessas pessoas mas por outro lado também existem pessoas idôneas e confiáveis, são profissionais que batalharam para conquistar à confiança, são conhecidos pela comunidade cripto por (P2P), sigla que significa Peer To Peer traduzido por Pessoa para Pessoa que da a ideia de Compra e Venda de qualquer coisa sem um intermediário, no caso aqui, falamos de Compra e Venda de criptomoedas onde esse profissional, é o seu facilitador, a sua conexão com os câmbios, chamados (exchanges), eles compram e vendem para você,sem burocracia e de forma ágil, segura e transparente.

SÃO PAULO – No documento que estabeleceu a criação do Bitcoin, publicado em 2008 por Satoshi Nakamoto, outros conceitos também foram lançados, sendo o mais conhecido o de blockchain, que hoje sustenta a ideia dos criptoativos.

Mas à ideia sugerida por Satoshi, a do Peer-to-peer (P2P), hoje volta a ganhar bastante força, mesmo sendo algo que não só estava no documento de criação do Bitcoin, mas existe desde a criação dos computadores.

O conceito em si, em tradução livre, seria algo como ponto a ponto, e ganhou bastante popularidade com o download de músicas com a criação do Napster. 

No mundo dos criptoativos, o P2P é o meio utilizado quando os usuário não querem ser intermediados pelas exchanges. 

Combinado à ideia de descentralização da blockchain, esta forma de pagamento simplesmente permite que uma pessoa transfira bitcoins (ou outra moeda) diretamente para outra e receba seu pagamento.

o P2P sobreviveu e continua sendo bastante buscado. 

O motivo para tanto é a desconfiança de muitos investidores desse mercado sobre as exchanges, que cobram taxas altas, além de não gostarem da ideia de regulação e necessidade de declararem seus ganhos para órgãos de governo.  

Apesar disso, segundo Josh Goodbody, diretor de negócios institucionais para Europa e América Latina da Binance, exchanges e P2P devem coexistir no mercado cripto. 

“À medida que o mercado amadurece e as exchanges oferecem plataformas mais amigáveis aos novatos, a tendência é aumentar a reputação e a autoridade, e as pessoas naturalmente seguirão esse caminho. Mas sempre haverá o mercado P2P, é daí que tudo surgiu e é muito pouco provável que deixe de existir”, 

Diz ele em entrevista ao InfoMoney


A procura de um P2P de confiança e experiência a mais de 4 anos com referências de mercado?

https://wellingtonp2p.com.br/

https://www.facebook.com/wellingtonp2p/

whatsapp https://bityli.com/qzcLs

https://www.instagram.com/wellingtonluizp2p/

Tel (67)992420249