O Bitcoin chegará a US$ 12.500.000 dólares, análise feita por Robert Breedlove, mas há um problema


2 min de leitura
30 May
30May

Bitcoin apresenta sinal de alta que não via desde 2017 - Vamos para a lua?

O executivo-chefe da firma de consultoria de criptomoedas Parallax Digital está prevendo uma expansão massiva da oferta de dólares nos próximos dez anos, o que segundo ele irá acelerar a ascensão meteórica do Bitcoin para US$ 12,5 milhões, mas há um problema para moedas de países emergentes, como o real.


Em uma nova entrevista para o Kitco NEWS, Robert Breedlove aborda a questão da volatilidade do Bitcoin depois que o ativo despencou mais de 50% de sua máxima histórica em questão de dias.

“A volatilidade é uma função natural da descoberta de preço e tende a se contrair conforme a capitalização de mercado se expande, de modo que é inversamente proporcional à capitalização de mercado. 

Vimos esse padrão funcionar com o Bitcoin e sua volatilidade está na verdade se contraindo. 

Como reserva de valor, o que realmente importa é como você define uma reserva de valor.

Então, o Bitcoin é um ativo que está se monetizando em tempo real… Ele está competindo com um mercado de US$250 trilhões, que é uma reserva global de valor. 

Portanto, é muito incipiente em relação ao seu mercado total endereçável…

Historicamente, o ouro foi a tecnologia que mais satisfez como reserva de propriedade de valor… O Bitcoin nos oferece algo radicalmente novo. 

É um dinheiro baseado em informações perfeitas. 

Se eu tiver um milhão de Bitcoins, tenho um milhão de 21 milhões de BTC possíveis para sempre. Ninguém pode mudar isso. 

Portanto, é perfeita a inelasticidade da oferta e essa é a propriedade que os atores do mercado procuram em uma reserva de valor. ” 

Como uma reserva global de valor, Breedlove prevê que o preço do Bitcoin aumentará junto com a explosão da oferta de dólares americanos. 

O problema, diz ele, é que o aumento da oferta de dólares virá às custas de moedas fiduciárias mais fracas.

“A expansão da oferta monetária é regida por uma lei. 

É a chamada lei da emissão e depreciação acelerada. 

Quanto mais dinheiro você imprime, mais dinheiro você terá que imprimir posteriormente, apenas para manter o sistema funcionando. 


Espero que a expansão do US M2 dobre novamente, provavelmente nos próximos quatro anos. 

E então espero dobrar novamente a partir daí. 

Estaremos ao norte de 100% da expansão US M2 anualmente até o final da década…


Eu espero que muitas das moedas internacionais mais fracas entrem em colapso em relação ao dólar durante esta transição […] Devido à expansão da oferta de moeda, de US$ 100 trilhões para US$ 1250 trilhões, o Bitcoin será avaliado nominalmente em US$ 12,5 milhões até o final da década. ” 


Quanto a este ciclo, o chefe da Parallax Digital acrescenta que espera que o BTC aumente mais de 750% antes que o ativo líder atinja o pico.


“Tenho um modelo. Ainda está publicado no Twitter, três anos atrás, que chamamos o próximo pico do Bitcoin de US$ 244 mil. 


Modifiquei esse modelo depois da Covid porque também acho que as pressões inflacionárias sobre o dólar norte-americano vão se tornar explícitas cerca de 18 meses após o início da impressão, o que por acaso cai exatamente em linha com o próximo pico de preço do Bitcoin. 

Acho que podemos quebrar os US$ 300.000 neste ciclo de mercado… US$ 307.000 para ser exato, esse é o preço do nosso modelo atual. ” 

Qual a sua opinião sobre as falas de Robert? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.