Itaú se rende às criptomoedas e libera investimento em seu aplicativo


1 min de leitura
14 Apr
14Apr

O bancos Itaú, um dos maiores e popular banco nacional, se rendido à novo sistema criptofinanceiro. 

A instituição financeira anunciou que oferecerá investimento em criptomoedas a seus clientes VIPs do Itaú Personnalité, esse não é o primeiro, o Banco Inter em parceria com a corretora financeira Vitreo , recentemente também havia se rendido às criptomoedas.

A informação foi divulgada em sua rede social nesta quarta-feira, dia.

A novidade também foi pauta de um episódio do podcast do Itaú Personnalité “Investidor em Foco”.

Nele, o banco falou pela primeira vez sobre criptomoedas e o universo blockchain. 

Além disso, informou que a partir de agora, os clientes poderão investir no primeiro ETF de criptomoedas criado pela gestora Hashdex, o Hashdex Nasdaq Crypto Index (HASH11) 


A instituição bancária  é uma das três  escolhidas para coordenar a oferta ao lado do BTG Pactual e do Genial.Vale destacar que o ETF da gestora já foi aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

No entanto, ele ainda não estreou na bolsa de valores, isso deve acontecer em 22 de abril.

Itaú vai atender demanda dos clientes por criptomoedas

Durante o podcast que foi ao ar nesta quarta, Stefano Sergole, diretor de distribuição da Hashdex, comentou que o lançamento de um ETF é um marco para a indústria de criptomoedas.

“É um marco para a Hashdex também ter essa parceria com o Itaú e a gente imagina que essa parceria vai ser de muito longo prazo e tende a ser muito positiva,” - disse Sergole.

Mais especificamente sobre a oferta do investimento em criptomoedas, Eric Altafim, head de produtos do Itaú BBA, comentou que o Itaú está estudando a fundo o mercado de criptomoedas.

De acordo com Altafim, o objetivo é oferecer essa opção de investimento aos clientes.

“Está crescendo muito esse mercado. - disse Altafim. 

E a gente tem cada vez mais clientes nos questionando sobre a possibilidade de ter algum grau de exposição a criptomoedas,” explicou o head de produtos do Itaú.

Nesse sentido, Altafim destacou que o Itaú busca atender o cliente da maneira que ele quer ser atendido. 

Por isso, irá fazer a distribuição do ETF da Hashdex que vai investir direto no Nasdaq Crypto Index (NCI).

Este índice foi desenvolvido pela Nasdaq em parceria com a Hashdex.

Ele é composto por Bitcoin, Ethereum, Stellar, Litecoin, Bitcoin Cash e Chainlink.Ademais, vale destacar que trimestralmente é feito o rebalanceamento do índice com base no desempenho dos criptoativos.