Franquia de Mark Cuban na NBA aceita Dogecoin


1 min de leitura
04 Mar
04Mar

Foto: Unsplash/Cryptologos 

Bons ventos estão movimentando o mercado financeiro da Dogecoin (DOGE). Nesta quinta-feira (4), o empresário Mark Cuban, proprietário do Dallas Mavericks, anunciou que o time de basquete passará a aceitar DOGE como forma de pagamento.Cuban é um crítico de longa data do Bitcoin e demais criptomoedas que, em 2021, começou a mudar de ideia. Contudo, no comunicado feito no blog do Mavericks nesta quinta-feira (4), o empresário ainda se mostra relutante em abraçar as criptomoedas.Fazendo pouco caso da adição de DOGE e da comunidade em torno da criptomoeda, Cuban afirmou no comunicado: 

“O Mavericks decidiu adotar Dogecoin como pagamento para ingressos e produtos por um motivo muito importante: porque nós podemos. […] Às vezes, no setor financeiro, você precisa fazer coisas que são divertidas. […] Para aqueles que querem saber mais sobre Dogecoin, recomendamos fortemente que você fale com adolescentes do TikTok e perguntem a eles sobre isso. Eles saberão explicar tudo a vocês.”

Cuban não é o primeiro investir na “criptomoeda meme” pela simpatia e popularidade do mascote Shiba Inu. O CEO da Tesla, Elon Musk, também revelou a compra de DOGE.No momento da escrita desta matéria, a criptomoeda está cotada a R$ 0,28. 

Gráfico com a variação de preço da Dogecoin (DOGE) nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

Parceria com a BitPay

Para viabilizar as vendas de ingressos e mercadorias, o Mavericks fechou parceria com a BitPay. A BitPay é uma ponte para viabilizar o aceite de criptomoedas como forma de pagamento.Recentemente, a empresa de pagamentos incluiu transações com DOGE no seu sistema. Possivelmente, a escolha foi feita para aproveitar o hype da “criptomoeda meme”. 

O “Mavs” então aproveitou para aceitar mais uma criptomoeda, além das outras sete que o time já aceita. Atualmente, além de DOGE, o time da NBA aceita: BTC, BCH, ETH, USDC, GUSD, PAX e BUSD.

Passado como crítico

Em 2020, Cuban chegou a afirmar que era mais “fácil trocar bananas que comprar algo com Bitcoin”.No entanto, as recentes declarações do empresário revelam uma mudança de perspectiva sobre o mercado de criptomoedas.Em fevereiro, o proprietário do Mavericks confessou investimento em dois criptoativos. Mas, apesar do crítico apresentar uma nova postura, seu interesse aparenta ser, em especial, com a blockchain Ethereum:

“Conforme mais pessoas entram em NFTs [sigla em inglês para tokens não-fungíveis], tudo o que elas vão saber é Ethereum. E todos eles vão comprar Ethereum para entrar nele.”

Parece que o membro do Shark Tank está, aos poucos, dando o braço a torcer.