Duas baleias na data de hoje, sacam US$ 1 bilhão em bitcoin da Coinbase


1 min de leitura
23 Feb
23Feb

Tem gente que não está tão preocupada assim com a queda


No domingo a noite, 13.204 Bitcoins deixaram a Coinbase para carteiras desconhecidas. De acordo com o Whale Alert, foram realizadas 36 transações distintas, cada uma avaliada entre 351 e 391 Bitcoins.Na noite passada, o Whale Alert twittou que 4.501 BTCs haviam deixado a Coinbase para uma carteira desconhecida, o que significa que nas últimas 24 horas mais de um bilhão de dólares em Bitcoin foram transferidos da Coinbase, embora não se saiba se as transações estão relacionadas.

O que está acontecendo?

Pode ser uma mesa de balcão (OTC) remontando suas carteiras, algum grande player transferindo dinheiro para um cold wallet. É difícil dizer: o remetente protegeu bem sua privacidade, gerando um novo endereço para cada transação.Esta não é a primeira vez que um grande movimento da Coinbase aconteceu neste mês.


Em 31 de janeiro, mais de 15.200 Bitcoins, avaliados em aproximadamente US$ 500 milhões na época, foram transferidos da Coinbase Pro. 

Naquela época, o CEO da CryptoQuant, Ki Young Ju, disse ao Decrypt que o atribuiu às negociações de balcão de investidores institucionais, dizendo: “Eu acredito que este é o sinal de alta mais forte.”

Uma alta movida por instituições

A Tesla revelou a compra de US$ 1,5 bilhão em Bitcoin. Supondo que a Tesla não tenha vendido nada, a empresa de carros elétricos de Elon Musk terá lucrado mais apenas com esta compra do que com as vendas combinadas de seus carros no ano passado.Outro grande interesse institucional veio da empresa de gestão de ativos BlackRock, cujo CIO Rick Rieder anunciou que a empresa está investindo alguns dos US$ 8,67 trilhões de dólares de dinheiro de seus clientes em Bitcoin.A BlackRock não é a primeira gestora a fazer isso. Guggenheim já o fez, com seu CIO atualizando este mês sua projeção de preço do Bitcoin para US$ 600.000. E o BNY Mellon, um dos bancos mais antigos da América, anunciou na semana passada que adicionaria serviços de gestão de criptoativos para seus clientes. Por último, Michael Saylor anunciou que sua empresa MicroStrategy venderá US$ 1,05 bilhão em títulos de dívida para comprar mais Bitcoins.