ADA se apróxima de entrar no mercado DeFi


1 min de leitura
06 Feb
06Feb

Sem sombras de dúvida, fevereiro é m mês de avanços para a ADA em relação à ativação de recursos. A comunidade do criptoativo aguarda ansiosamente a atualização que trará as finanças descentralizadas para o blockchain da altcoin. Ainda há os que acreditam que isso faria com que a Cardano se tornasse a matadora do Ethereum.Na terça-feira (03), a IOHK anunciou a ativação do hard fork no testnet da Cardano. Em suma, o fork introduziu o padrão multi-ativo chamado “token nativo” do ativo digital. Ele será implementado com a introdução gradual da era Goguen na testnet.

“Hoje às 20:20:16 UTC (o próximo rollover da época do testnet), faremos o fork do #Cardano Testnet e aplicaremos a atualização do token nativo #Goguen (também conhecido como ‘Mary’), transformando-o em uma rede de múltiplos ativos. Em seguida, vem o mainnet, planejado para o final de fevereiro. Avante”.

Por outro lado, os usuários da ADA que desejarem testar os recursos do token nativo que serão implantados na rede principal, terão que aguardar até 22 de fevereiro, data provisória, que é quando sairá o segundo hard fork Goguen, denominado “Mary”.Como resultado desse hard fork, os usuários da Cardano poderão criar, emitir, e gerenciar seus próprios tokens no blockchain do criptoativo. Além disso, ele complementará os recursos de metadados introduzidos com o fork “Allegra”, que ocorreu em dezembro de 2020.