Litecoin Whitepaper


Litecoin Whitepaper
O Litcoin não possui Whitepaper mas coletamos informações fundamentais relacionadas ao projeto e expusemos para que você não fique sem informação a respeito desse projeto.

História
Litecoin foi lançado através de um cliente de código aberto no GitHub em 7 de outubro de 2011 por Charlie Lee, um funcionário do Google e ex-Diretor de Engenharia da Coinbase. [2] [3] A rede Litecoin entrou no ar em 13 de outubro de 2011. Era um fork do cliente Bitcoin Core, diferindo principalmente por ter um tempo de geração de bloco reduzido (2,5 minutos), número máximo de moedas aumentado, algoritmo de hashing diferente (scrypt, em vez de SHA -256), e uma GUI ligeiramente modificada.
Durante o mês de novembro de 2013, o valor agregado de Litecoin experimentou um crescimento massivo que incluiu um salto de 100% em 24 horas.

Em maio de 2017, a Litecoin se tornou a primeira das 5 principais criptomoedas (por valor de mercado) a adotar a Testemunha Segregada. Mais tarde, em maio do mesmo ano, a primeira transação da Lightning Network foi concluída por meio da Litecoin, transferindo 0,00000001 LTC de Zurique para São Francisco em menos de um segundo.
Diferenças do Bitcoin
Litecoin é diferente em alguns aspectos do Bitcoin.

1. A Rede Litecoin visa processar um bloco a cada 2,5 minutos, em vez dos 10 minutos do Bitcoin. Isso permite que o Litecoin confirme transações muito mais rápido do que o Bitcoin.

2. Litecoin usa scrypt em seu algoritmo de prova de trabalho, uma função de memória sequencial que requer assintoticamente mais memória do que um algoritmo que não é difícil de memória.

3. Devido ao uso do algoritmo scrypt pelo Litecoin, dispositivos FPGA e ASIC feitos para minerar Litecoin são mais complicados de criar e mais caros de produzir do que para Bitcoin, que usa SHA-256.
Não há whitepaper Litecoin. No entanto, eles fizeram uma apresentação em vídeo para mostrar sua tecnologia.
Você pode ver o vídeo aqui: